Quais os principais exames para avaliar a saúde da Próstata?

Que homens após os 40/45 anos devem ir anualmente ao urologista, assim como, aqueles com histórico familiar, a partir dos 40 anos, isso já não é mais novidade, a dúvida, no entanto, ainda é quais os exames que devem ser feitos, e é o que mostraremos agora.

Então, os exames que ainda são os mais indicados para avaliar a saúde da próstata são o toque retal e a análise sanguínea do PSA, que devem ser realizados anualmente.

Porém, se forem encontradas alterações nestes 2 exames, então, o médico pode pedir outros, de acordo com a necessidade do paciente, como a medição do jato de urina, ultrassonografia transretal, exame de urina PCA3, e até uma biópsia.

Confira abaixo os exames principais exames para avaliar a saúde da próstata.

PSA – Exame de sangue

Esse exame é pedido para avaliar o marcador tumoral PSA, que tem como resultados normais valores menores do que 4 ng/ml, acima disso, podem indicar inflamação da próstata ou câncer.

Porém, como este valor costuma aumentar com a idade, é preciso considerar o valor de referência do laboratório.

Para realizar o exame de sangue, o paciente precisa, nas 72 horas que antecedem a coleta, evitar relações sexuais, praticar ciclismo, hipismo ou motociclismo e não realizar toque retal, para não alterar o valor da dosagem do PSA.

2. Toque retal

Muito temido, o exame de toque retal é realizado no consultório, durante a consulta com urologista ou protologista. É muito rápido, demora cerca de 1 minuto e, embora desconfortável, não provoca dor.

Não é preciso nenhum tipo de preparo para realizar este exame.

Lembrando que é sempre bom a gente agir com segurança e usar algum produto para prevenir problemas futuros na próstata, e o renova prost funciona melhor que qualquer outro produto natural para próstata, então é interessante que você comece usar esse suplemento.

3. Ultrassonografia transretal

Esse exame serve para avaliar o tamanho da próstata e identificar alterações na sua estrutura, o que é muito útil no diagnóstico do câncer de próstata ainda no início do seu desenvolvimento. Por ser um exame invasivo, não precisa ser realizado todos os anos, só no caso de haver alterações no PSA e toque retal, e geralmente o médico aproveita este exame para colher a amostra para realizar a biópsia da próstata.

Para realizar o exame, o médico pode indicar o uso prévio de laxante para esvaziar o intestino.

4. Medição do jato de urina

Nesse exame é avaliada a força do jato e a quantidade de urina em cada micção, pois quando ocorrem alterações na próstata o jato fica mais lento e fraco, indicando alterações. Embora este exame não seja realizado como diagnóstico específico do câncer de próstata, ele é útil para acompanhar o câncer de próstata já detectado e entender como afeta a bexiga e uretra.

Para realizar o exame, é preciso estar com a bexiga cheia e com vontade de urinar, sendo importante beber pelo menos 1 L de água antes do exame. Então, no exame, o homem precisa urinar em um recipiente específico ligado a um computador, o qul registra o tempo e o volume da urina.

5. Exame de urina de laboratório

Pode ser solicitado, também, um exame de urina, chamado PCA3, que serve para avaliar se existe câncer de próstata, já que o exame não mostra outras alterações, como a hiperplasia prostática. Além disso, esse exame mostra a agressividade do tumor, sendo útil para ajudar a definir o tratamento adequado.

Nesse exame, é coletada a urina logo após o toque retal, em clínicas especializadas.

6. Biópsia

A biópsia da próstata, geralmente, feita em conjunto com a ultrassonografia prostática, para uma melhor visualização das estruturas, é realizada para confirmar diagnósticos de alterações nessa glândula, como câncer ou tumores benignos, sendo preciso retirar um pedaço mínimo desta glândula para enviar para análise no laboratório.

Para realizar o exame, geralmente, é preciso, anteriormente, tomar um antibiótico por cerca de 3 dias, fazer jejum de 6 horas e tomar laxante para limpar o intestino.

Principais tratamentos para ajudar a diminuir a celulite

Quer acabar com a celulite para desfilar de biquíni na praia sem medo de ser feliz? Então, acompanhe nossas dicas abaixo dos principais tratamentos do momento, para dar adeus à celulite!

A celulite é um problema, já bem conhecido, principalmente, das mulheres. Basicamente, é uma inflamação que pode acontecer em três graus.

No primeiro grau, mais leve, ela é pouco visível, aparecendo quando a pele é pressionada. Já no grau dois, não é preciso fazer nenhuma pressão na pele para poder vê-la. E no terceiro grau, além de ondulações mais marcadas, como se fossem furos, ela pode ser dolorosa.

Na verdade, por estar muito associada a maus hábitos físicos e alimentares, a celulite é um problema difícil de ser eliminado completamente.

Embora, na maioria das vezes, os tratamentos estéticos melhorem o aspecto da pele, isso, geralmente, é momentâneo.

Por isso, quem pretende se livrar completamente do problema, precisa mudar radicalmente seu estilo de vida, passando a seguir uma dieta de reeducação alimentar e praticar exercícios físicos.

Principalmente, é preciso reduzir o consumo de açúcar e gordura, e o mais importante, beber bastante água.

Se puder, a dica é investir em exercícios aeróbicos e musculação, já que enquanto os aeróbicos ajudam a queimar gordura localizada, a musculação deixa a pele mais firme.

Enfim, sem uma mudança drástica no comportamento, os temidos furinhos voltarão a aparecer.

Tratamentos para eliminar a Celulite

De uma forma geral, para eliminar a celulite é preciso movimentar a gordura corporal até que ela seja eliminada do corpo e existem alguns tratamentos como os produtos da amaka paris que ajuda a acabar com as celulites de forma bem mais rápida.

Só que, enquanto determinados procedimentos deslocam as células de forma manual, outros trabalham aquecendo ou esfriando o local, fazendo com que a gordura se desprenda das travas fibrosas e seja expelida pelo organismo.

Vamos ver agora quais são os tratamentos mais utilizados e eficazes para combater a celulite:

Massagens modeladoras

Não é novidade, mas ainda é um dos tratamentos mais eficazes na redução da celulite.

Nesse tratamento, o profissional faz uma massagem profunda, manualmente, no paciente, movimentando as células de gordura e melhorando a circulação sanguínea.

O objetivo é diminuir a gordura localizada e as toxinas, que são eliminadas pela urina. A massagem modeladora também reduz as medidas e melhora a flacidez da pele.

Drenagem linfática

Técnica também muito conhecida e eficaz, a massagem estimula o sistema linfático a trabalhar mais rápido, diminuindo o acúmulo de líquidos e melhorando a circulação na área afetada pela celulite.

Lembrando que esses procedimentos para darem resultados duradouros, precisam ser acompanhados de hábitos de vida saudáveis, evitando o reaparecimento dos furinhos.

Subcision

Subcision, na verdade, é uma técnica cirúrgica, e não só trata a celulite, como também as rugas e sulcos da face, cicatrizes deprimidas e outras alterações do relevo cutâneo.

Embora seja muito eficaz, infelizmente, nem todos podem se beneficiar do procedimento, sendo necessário passar por uma avaliação clínica criteriosa, não sendo indicada para algumas condições onde como distúrbios da coagulação, tabagismo, fatores nutricionais, infecção local e história de cicatrizes hipertróficas e/ou quelóides.

Vale ter em mente que essa técnica só pode ser realizada por médicos e não é indicada para a correção da celulite de graus mais leves, como I e II, nem para o tratamento de flacidez de pele ou gordura localizada.

Ansiedade Causa Impotência Sexual?

Muita gente ainda confunde impotência sexual com uma falha ocasional quando, na verdade, só é considerada impotência sexual, quando a falta de ereção é permanente.

Mas, claro, isso não significa que a falha não mereça uma atenção, na verdade, é quando é preciso ligar o sinal de alerta e, caso comece a ocorrer de forma mais permanente, procurar rapidamente ajuda médica.

Causas

Embora muitas possam ser as causas da impotência, na verdade, 70% é por fundo emocional, sendo os 30% restantes causados por uma disfunção orgânica, podendo ser vascular de origem arterial, hormonal e, até mesmo, por alterações na anatomia do pênis, como no caso da doença de Peyronie.

Ansiedade

Dentre as causas de fundo emocional que podem levar à impotência sexual, a ansiedade se destaca, como a que pode mais bloquear o mecanismo da ereção. E isso porque o homem por medo de falhar ou se sentir inibido e inseguro,acaba gerando uma ansiedade e prejudicando o mecanismo da ereção.

Ainda dentro da ansiedade, a falta de controle ejaculatório também pode causar o problema de ereção, com o medo de ejacular muito rápido, de não dar prazer à parceira e de não conseguir a penetração que considera ideal, isso tudo pode acabar criando uma ansiedade tão grande prejudicando, assim, a ereção.

Estresse

E não dá para deixar de citar o estresse e problemas financeiros como fatores importantes também quando o assunto é impotência sexual.

Fica difícil ter desejo e autoestima quando não se tem emprego ou dinheiro.

Relação desgastada

É fundamental estabelecer se o sexo funciona mal e compromete a relação ou se ele funciona mal porque a relação já está comprometida, ou seja, saber identificar se o problema está realmente com o homem. Muitas vezes a relação desgastada leva ao desinteresse e falta de libido.

Envelhecimento

Mesmo com a principal causa da impotência sexual sendo emocional, é comum relacionar o envelhecimento à impotência, e isso porque a taxa de testosterona pode diminuir na terceira idade, porém, não a um nível que exija reposição.

Embora o envelhecimento não cause, propriamente, a perda da ereção ou desejo sexual, isso pode variar muito de acordo com a postura de cada um. É possível, inclusive, que um homem de 90 anos tenha atividade sexual satisfatória com ereção, se ele for saudável, otimista e bem disposto. Enquanto um bem mais jovem, se estiver deprimido, se achando já velho pode, realmente, apresentar  problemas.

Infelizmente, muitos homens ainda resistem na hora de buscar ajuda médica, principalmente, se tratando de sexualidade. Geralmente, só procuram quando a situação está fora do controle, com desgastes em relacionamentos, por isso, é muito comum só buscarem ajuda estimulados pela parceira.

Tratamento

Como foi dito, quando a disfunção passa a ser frequente, nesse caso, é preciso buscar ajuda médica, com um profissional capacitado, o qual saberá indicado o melhor tratamento para o seu caso.

Uma dica é fazer uso do produtos naturais, e hoje em dia já existem efervescentes como o eferver up que ajuda combater a impotência sexual, e a grande vantagem dele é que ele é um produto totalmente natural.

Autoinjeção

Se a disfunção acontecer por conta de uma falha nos nervos que estimulam o pênis, a auto injeção pode ser o tratamento mais indicado, com o próprio homem injetando no pênis uma droga, a qual irá provocar vasodilatação no pênis, favorecendo a entrada de mais sangue.

O efeito é imediato, após cinco minutos da injeção, a ereção já acontece.

A autoinjeção é indicada, principalmente, para diabéticos e homens submetidos à prostatectomia radical (retirada total da próstata comprometida por câncer).

A autoinjeção também pode ser receitada em casos emocionais, associada à psicoterapia.

Tratamento farmacológico 

Também, em alguns casos, pode ser indicado o tratamento farmacológico para ativar o mecanismo da ereção.

Próteses penianas

Em alguns casos, pode ser indicado o uso de próteses penianas, que são feitas de silicone e dão rigidez ao pênis, permitindo a penetração sem alterar a capacidade de ejaculação, desejo ou prazer.

Cirurgia

Há também aqueles casos mais graves, em que o mais indicado é a cirurgia, existindo diferentes opções, voltadas para diferentes necessidades.

 

Enfim, o importante é saber que hoje, felizmente, é possível tratar, com sucesso, a impotência sexual, sabendo, no entanto, que quanto mais cedo procurar ajuda médica, mais rápido e simples será o tratamento.

 

Sintomas da Diabetes que quase ninguém conhece

Como em todas as doenças, saber reconhecer os sintomas precocemente também pode ser extremamente importante para o diabetes.

De fato, em qualquer patologia, um diagnóstico precoce e, acima de tudo, uma intervenção oportuna são absolutamente fundamentais para reduzir as conseqüências e o progresso da doença.

Infelizmente, o diabetes parece afetar cada vez mais pessoas, incluindo crianças, tanto em nosso país quanto em todos os países desenvolvidos em geral.As causas dessa proliferação são amplamente discutidas, mas muitos especialistas tendem a se responsabilizar, acima de tudo, pelo consumo excessivo de açúcares simples.

Para evitar esta doença, a nutrição parece desempenhar um papel fundamental.

Fique atento a estes sintomas

Um dos sintomas iniciais do diabetes é ter muita sede e, consequentemente, um desejo frequente de urinar.

Estes são sintomas que podem ser rastreados até muitas doenças, mas que também podem nos fazer pensar em uma forma de diabetes.

A perda de peso e a fome constante podem ser outro sintoma do diabetes.

Também neste caso, é um sintoma que pode ser típico de muitas patologias e muitas situações, de períodos particulares de estresse ou de intensa atividade física.Mesmo neste caso, no entanto, se o sintoma persistir, será importante realizar testes completos.

De fato, todos esses sintomas, mesmo aparentemente triviais, que continuam a se repetir constantemente, nunca devem ser subestimados, se tiver qualquer um deles é bom fazer 2 coisas:

1 – Se prevenir tomando algum medicamento natural que baixe os níveis de açúcar no sangue, o GC99 é um deles e além disso maneirar no consumo de doces e comidas que possam aumentar o nível de triglicerídeos.

2 – Marcar uma consulta médica.

Nesse caso, escolha investigar o assunto com o aconselhamento dos especialistas.

Estar sempre cansado pode certamente ser o resultado de um dia muito ocupado e períodos de trabalho particularmente estressantes.

Quando, no entanto, o cansaço é crônico e, portanto, ocorre constantemente, mesmo após um longo período de descanso, você precisa pesquisar mais a fundo porque a causa pode ser a diabetes.

Os distúrbios metabólicos que causa podem, de fato, ter a conseqüência de sempre fazer você se sentir sem forças físicas e mentais.

Se você tiver uma sensação persistente de não conseguir enfrentar o dia, faça um check-up médico.

Ter algum problema de visão como vista quase duplicada, poderia ser outro sintoma a não ser subestimado. De fato, pode ser devido a um excesso de glicose no sangue para causar esse sintoma.

Mesmo nesse caso, se esse sintoma continuar ocorrendo, você precisará entrar em contato com seu médico e fazer análises detalhadas para descobrir a causa.

Diabetes é uma condição que pode ser tratada; hoje muitas pessoas com esta doença conseguem levar uma vida praticamente normal.

Mas é muito importante diagnosticá-lo rapidamente, para não causar grandes danos ao seu corpo.

10 Aliados naturais para aliviar a visão cansada

Quando os olhos ficam sobrecarregados e desconfortáveis, plantas como camomila ou sobrancelha são eficazes para acalmar e reduzir a inflamação. Alguns alimentos também ajudam a evitar problemas.

Camomila comum com efeito anti-inflamatório

Um clássico no tratamento oftalmológico, possui um efeito anti-inflamatório que o torna ideal para o tratamento de problemas como conjuntivite, olhos cansados ​​e chiqueiros.

Use-o como um colírio ou banho de olho.

Camomila de Mahón para relaxar as pálpebras

Esta planta, muito próxima à anterior, também é conhecida como Santolina e possui ácidos fenólicos derivados do ácido benzóico, óleo essencial e flavonóides.

Recomenda-se tratar a inflamação das pálpebras ou blefarite, visão cansada e irritação ocular.

Sob a forma de um colírio ou banho de olho , oferece um alívio notável.

Mirtilos, ricos em antocianinas

Suas antocianinas promovem a microcirculação capilar e ajudam a regenerar a camada vascular da retina.

Eles são consumidos crus ou desidratados , como é ou com iogurte.

Cenoura com efeito reparador

Graças à sua riqueza em carotenos, exerce um efeito reparador.

Você pode preparar um remédio tradicional cortando uma ou duas cenouras com um pedaço de aipo e água até obter uma pasta. Uma gaze ou algodão é embebida com esta pasta e aplicada nas pálpebras e ao redor dos olhos.

Centáurea para cuidar da retina

Os capítulos de flores azuis brilhantes contêm pigmentos de antocianina, o que lhes confere uma ação notável da vitamina P, que pode melhorar a microcirculação capilar .

Tomar a infusão ou aplicá-la topicamente em compressas ou colírios ajuda a regenerar a camada vascular da retina , que, por sua vez, alivia a visão cansada e a irritação ocular.

Pepino fatiado, um bom descanso

Pepino ajuda a acalmar os olhos .

Fatias deste vegetal são aplicadas bem lavadas nas pálpebras e permanecem com elas por alguns minutos.

Sabugueiro, indicado na conjuntivite alérgica

As flores quentes com infusão também são um bom alívio para os olhos cansados e os herbalistas recomendam que reduzam a inflamação nas conjuntivites e blefarites alérgicas.

Luteína antioxidante

A luteína é um pigmento que dá a muitos vegetais uma cor amarelada. Altamente antioxidante, protege os olhos da luz solar e evita a perda de visão.

Idealmente, deve ser incluído na dieta , mas pode ser tomado em cápsulas.

Se você optar por cápsulas , a dose recomendada é de 10 mg uma ou duas vezes por dia.

Eufrasia contra olhos secos

Ele também tem uma ação anti-inflamatória, é muito eficaz para acalmar a secura e a irritação ocular , bem como a dor de cabeça que pode aparecer após forçar os olhos.

Aplique a infusão ainda quente com uma compressa diferente em cada olho. Filtrado adequadamente para remover quaisquer impurezas, pode ser aplicado em um banho de olhos ou como um colírio.

Betonic contra dor de cabeça

É um excelente remédio para aliviar a dor de cabeça que muitas pessoas experimentam ao se expor por horas à luz de computadores ou outros dispositivos, ou devido à fadiga ocular causada pela visualização atenta de imagens e textos acima e abaixo da tela.

O ideal para esse fim é  combiná-lo com hortelã ou manjerona .